Test
SFL International Reach
Choose your region

Livre mercado

Um livre mercado depende da troca voluntária de bens e serviços.

A natureza voluntária da troca garante que ambas as partes se beneficiem, pois qualquer participante pode recusar a troca e aceitar apenas uma oferta adequada aos seus interesses.

Um mercado verdadeiramente livre só pode existir sem a interferência do controle do governo, pois deve se comportar espontaneamente para prosperar.

À medida que analisamos os mercados livres mais de perto, é importante examinar os seguintes fatores.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Um mercado verdadeiramente livre incentiva as empresas a proteger os consumidores e fornecer produtos e serviços de alta qualidade ao menor custo possível.

POLÍTICA MONETÁRIA
Políticas monetárias restritivas, como o controle da inflação e das taxas de juros, proíbem o florescimento do mercado livre e, portanto, devem ser desfeitas.

ECONOMIA SOCIALISTA
Preços controlados pelo governo dificultam a concorrência. Isso, combinado com os interesses políticos em jogo, impede que as necessidades públicas sejam atendidas.

ECONOMIA DE LIVRE MERCADO
Uma economia de livre mercado, alimentada pelas leis de oferta e demanda, pressiona as empresas a fornecer bens e serviços que atendam às necessidades do público, em troca de lucro.

ACORDOS COMERCIAIS GRATUITOS
A liberdade exige livre e troca de bens e serviços. Os acordos de livre comércio devem ser protegidos.

SAÚDE PÚBLICA
A melhor maneira de tornar a assistência médica acessível e acessível a todos é impedir que o governo interfira em nossas preferências do consumidor.

EDUCAÇÃO
Em um livre mercado, o governo não deve interferir na educação, e todas as barreiras à escolha da escola devem ser removidas.

LIBERDADE PARA TRABALHAR
Os indivíduos têm o direito de buscar novas formas de trabalho e serviços sob demanda adequados às suas escolhas de estilo de vida.

POR QUE OS LIVRE MERCADOS SÃO IMPORTANTES PARA O SFL
Os livre mercados permitem que indivíduos obtenham ganhos mutuamente benéficos com o comércio. Intervenções governamentais, como subsídios, salvamentos, licenças e outros privilégios corporativos seletivos distorcem o fluxo de informações e incentivos que levam os empreendedores a encontrar oportunidades para criar benefícios mútuos para si e para os outros.

As regulações costumam proteger as empresas existentes da concorrência. Como as intervenções do governo beneficiam alguns em detrimento de outros, eles criam incentivos para que os amigos busquem benefícios em detrimento de outros.

X